sábado, 21 de abril de 2012

querido sábado,

hoje quando acordei a minha maior vontade era ficar na cama. e a culpa é tua. sim, tua. não te ponhas com as tretas do costume: sabes bem que sábado não é para ser sem sol. que chuva foi aquela logo pela manhã, ah? enganaste-me bem. apesar de tudo, conseguiste compor a coisa e deu para aproveitar este meio dia livre, ou tarde, para passar a roupa a ferro, lavar algumas peças mais delicadas, arejar o calçado, colocar papelada em ordem, escrever umas cousas e o dia ainda nem terminou. por isso pensa bem no que me reservas para esta noite. o banho quente é sagrado. tirando isso, leva-me onde quiseres. já sei...  estás indeciso entre um filme no sofá ou uma saída para um crepe de chocolate quente, não é? hoje quem decide és tu. obrigada por me teres dado tempo, ânimo e espírito para pôr algumas coisas em ordem.

vemo-nos daqui a uma semana, pode ser?
doroteia.

3 comentários:

  1. Por aqui o dia amanheceu cinzento mas entardeceu radioso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. por aí e por aqui... a cidade é a mesma*

      :)

      Eliminar
  2. Queria ter um fim de semana de puro descanso mas está dificil :x
    Este e o próximo vão ser complicados :s

    ResponderEliminar

digam de vossa justiça...