sábado, 3 de março de 2012

expliquem-me cá uma coisa.

mas expliquem-me como se eu fosse uma criança de quatro anos. no meu local de trabalho há um gerador. hoje houve uma espécie de incidente. nada de grave, não se assustem. a luz foi abaixo. ficámos às escuras apenas com as luzes de emergência ligadas. qual o meu espanto quando pego no telefone para reportar a situação a quem de direito e o mesmo não dá sinal. quer dizer, de que me serve ter uma listinha toda bonitinha de como agir e a quem contactar se, na hora da verdade, não tenho meios de comunicação? então se há um gerador (e eu não percebo nada de electricidade) não deveria assumir também este serviço? e se não o assegura, então há que procurar alternativas, não? olhem, arranjem pombos-correio. esses pelos menos não correm o risco de nos falhar. digo eu, que de columbofilia também não pesco nada.

3 comentários:

  1. No meu já aconteceu o mesmo, mas os telefones ainda funcionaram durante 1 ou 2 horas ;)

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida que deviam ter essa salvaguarda.

    ResponderEliminar

digam de vossa justiça...