terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

do correio de são valentim.

quando era mai nova o dia dos enamorados era aguardado com grande expectativa. algumas semanas antes era colocado no pavilhão principal da escola um marco do correio onde os alunos apaixonados depositavam as suas missivas de amor. no dia catorze o correio era distribuído sala a sala. está-se mesmo a ver que nas aulas desse dia o pensamento voava, voava. e mesmo o coração mais insensível não deixava de indagar em segredo o teor das missivas que receberia. a quantidade de cartas recebidas tendia a diminuir com o aumento da idade do destinatário (e do emissor também). não sei se com o avançar dos anos vamos perdendo a espontaneidade e a coragem de expressar aquilo que sentimos. ou se nos vamos tornando mais selectivos. ou ambos.

4 comentários:

  1. AhAhAh acontecia o mesmo nas minhas escolas. Como eu e as minhas colegas não tínhamos pretendentes [achávamos], escrevíamos cartas umas às outras. Era espectacular! =)

    ResponderEliminar
  2. Acho que o sermos mais selectivos acaba por ser natural e fruto da maturidade.
    Não posso deixar de sorrir ao ler a descrição e recordar, mas também não consigo deixar de pensar, quase de forma automática, "éramos um bocado parvos". Mas sorrio ao lembrar a minha adolescência bastante inocente (quando comparada com os actuais conceitos)e pensar que me permitiu viver cada etapa da vida com um sabor especial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. era uma parvoíce das boas, portanto. :)
      não podia estar mais de acordo com o que dizes.

      Eliminar

digam de vossa justiça...